01/01/2008

Perder-se




Tinha fome de tudo. Como se possível fosse sorver a liquidez, triturar a dureza do mundo e sentimentos de uma vez. Com tanta voracidade, num lance final, engoliu a si mesma. Não suportou os hiatos da vida. Virou o próprio vazio ao tragar aquilo que lhe movia: vontade. E se perdeu no abismo de sua ambição.







Imagem: Elena Orlova

18 comentários:

Pena disse...

Linda Amiga:
Este "Perder-se" abarca uma vontade. Um querer imenso de algo que a beleza da vida decora e não surge.
Uma boca que fala, que ama, que sente. Num desvanecimento surge o desejo de encarar a existência com uma atitude a ela inerente de desesperadamente terminar com o belo e deslumbrante Ser. Talvez, motivado pela incompreensão, talvez encetado pelo fogo da paixão que não urge aparecer.
Perdi-me neste espaço com delícia. O eterno desencanto e insatisfação dos grandes pensadores.
Excelente! A busca. A entrega. O diluir-se em si própria.
Beijinhos amigos respeitadores.
Sempre a lê-la com delícia e encanto.

pena

Carlos qualquer coisa disse...

É como vóvó qualquer coisa dizia: "Quem muito quer, pouco tem."

Esqueci de mencionar, mas você deve ter notado, apaguei aquele texto que escrevi, o que se baseava em idéias filosóficas. É que estou fazendo algumas alterações, depois vou postá-lo de novo, com outro nome e um pouco diferente.

Um abração, e um feliz ano novo, apesar do que eu escrevi e postei no meu blog. Depende do ponto de vista, eu acho. Bem, aproveite, mas sem se perder.

Cadinho RoCo disse...

Que maravilha! Rápido certeiro infalível.
Cadinho RoCo

J disse...

eu não quero nada light, até prefiro devorar cru nessa fome.

Alex Sens disse...

isso é intensamento fodástico hehehe. lembra disso, né? pois então. muito bom te ler novamente :)

José Rodrigues (JR.) disse...

olá fernanda, tanto seu poesia na veia quanto o prosa na veia são dois blogs maravilhosos; seus textos sao intensos e cheios de sentimentos, de palavras e linhas que nos afetam, nos tocam.
este trecho por exemplo: "tiha fome de tudo. se perdeu no abismo de sua ambição": afinal, onde nos perdemos, em que caminhos nos desencontramos, em que estradas erramos, pois só mesmo tomando o destino errado, tomando a miséria como algo natural, que reproduzimos e legitimamos um mundo tão cruel e desigual. só mesmo vendando os olhos para não ver a fome expressa na anorexia dos corpos, e só tampando os ouvidos para deixar de ouvir tantos gritos e suplicas.

também escrevo poesias e contos e criei recentemento um blog onde publico alguns de meus trabalhos. faço-lhe, então, o convite: se der faça-me uma visita e será muito bem recebida:

http://experimentandoversos.blogspot.com

um grande abraço, jose (JR.)

Cesar disse...

Aposto y perdio.
Entonces...
La solucion final?

Jens disse...

Porra, legal!

Jens disse...

Porra, legal!

adelaide amorim disse...

Fernanda, acho que ainda não te desejei um feliz ano novo. Então, um feliz ano já crescidinho :)
Beijo pra você.

Serjones disse...

Fome de tudo é o nome do disco novo do Nação Zumbi, que por sinal tá mto bom como o está o seu texto. Sei lá, uma coisa meio kafkiana...

Verônica Martinelli disse...

Gostei....especificou ambição com fome de tudo, e mostrou o própro final disto "engoliu a si mesma"

o amnésico disse...

Querer é construir uma ponte sobre o rio que impede o caminho e atravessá-la.
Ambicionar, atravessá-la e queimá-la.


O pseuso-filósofo está de volta...

P.S. Volto para ler os outros textos com o tempo e atenção que eles merecem.

Mr. Ziggy disse...

A gente às vezes acaba se tornando im perigo pra nós mesmos. Podemos nos levantar, tentar ser feliz. Mas podemos nos matar por dentro também.

Achei muito interessante a forma metafórica e imagética como você falou sobre o ato de se perder. Parabéns! Bjos!

o Cronista disse...

nossa!
q coisa louca ...
qro me perder assim tb!

o amnésico disse...

Tem uma indicação pra você nas Notas, passe lá pra ver.

pessoa nenhuma disse...

como sempre....
identifico-me com sua escrita....gostei...
como sempre

até breve

Fabíola Lopez disse...

OLÁ...
Adorei seu blog!!!
muito bom quando você usa a agressividade que é a fome e o egoísmo ao engolir a si proprio.